Há exatos 71 anos, em 2 de agosto de 1948, era dado o pontapé inicial das obras para a construção do estádio Mário Filho, o conhecido mundialmente estádio do Maracanã. O estádio foi inaugurado em 16 de junho de 1950 com o jogo Seleção Paulista 3 x 1 Seleção Carioca. primeiro gol do estádio foi feito pelo jogador Didi, o eterno “Folha Seca”.

Na área escolhida, situava-se uma arena destinada à corrida de cavalos. A concorrência para as obras foi aberta pela prefeitura do Rio de Janeiro em 1947, tendo como projeto arquitetônico vencedor o apresentado por Miguel Feldman, Waldir Ramos, Raphael Galvão, Oscar Valdetaro, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Antônio Dias Carneiro

Frequentado desde a inauguração por todo tipo de torcedor, inclusive por ministros do Judiciário, juízes, membros do Ministério Público e advogados, o Maracanã foi inaugurado durante o mandato do então General de Divisão e Prefeito do Distrito Federal do Rio de Janeiro, Marechal Ângelo Mendes de Moraes, tendo sido utilizado na Copa do Mundo de Futebol daquele ano onde, para tristeza de toda a Nação, o Brasil perdeu a final do mundial para o Uruguai por 2 x 1.

Desde então, o Maracanã foi palco de grandes momentos do futebol brasileiro e mundial, como o milésimo gol de Pelé, as jogadas geniais de Garrincha, o homem das “pernas tortas”, finais do Campeonato Brasileiro, Carioca de Futebol, Taça Libertadores da América e do primeiro Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, além de competições internacionais e partidas da Seleção Brasileira.

O estádio foi um dos locais de competição dos Jogos Pan-Americanos de 2007, recebendo o futebol, as cerimônias de abertura e de encerramento. Sediou futebol e as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de 2016, que foram realizados na cidade do Rio de Janeiro. Foi também o palco da partida final da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo FIFA de 2014, esta vencida pela Alemanha.

O recorde de público -199 854 torcedores presentes (173 850 pagantes)- ocorreu justamente no dia 16 de julho de 1950, dois meses após a inauguração e dia em que a Seleção Brasileira perdeu o título mundial para o Uruguai. Neste dia, quando o Brasil perdeu a Copa do Mundo para o Uruguai um espectador nada ilustre ficou frustrado como milhões de brasileiros. Era o policial do Exército Mario Jorge Lobo Zagallo, que assistiu ao jogo trabalhando, das arquibancadas. Ele era um dos seguranças. “Naquele dia eu estava de verde-oliva no Maracanã, servindo, de cassetete e tudo. Vi o jogo em pé, enquanto o pessoal estava sentado. Naquela época era uma torcida civilizada.”

O tetracampeão mundial Zagallo, hoje com 88 anos, recebeu mais uma homenagem em sua vitoriosa carreira. Foi inaugurado , quando ele tinha 73 anos, um busto dem sua homenagem foi inaugurado no hall de entrada do Maracanã. O estádio já contava com um busto, de Garrincha, na subida de uma das rampas das arquibancadas.Zagallo é um dos maiores vitoriosos do futebol brasileiro em todos os tempos. Ele ganhou quatro Copas do Mundo, duas como jogador em 1958 e 62, uma como treinador, em 1970, e outra como coordenador, em 1994. Como técnico, dirigiu a seleção nas conquistas da Copa América e da Copa das Confederações, ambas em 1997, e ganhou a medalha de bronze nas Olimpíadas de Atlanta, nos Estados Unidos, em 1996.Este ano, repetiu a conquista da Copa América, desta feita como coordenador.

Ao longo do tempo, no entanto, o estádio passou a assumir caráter de espaço multiúso ao receber outros eventos como espetáculos e partidas de outros esportes, como o voleibol em uma oportunidade. Após diversas obras de modernização, a capacidade do estádio é de 78 838 espectadores, sendo o maior estádio do Brasil.

O nome oficial do estádio, Mário Filho, foi dado em homenagem ao falecido jornalista pernambucano, irmão de Nelson Rodrigues, considerado o idealizador do Maracanã. Pelo amplo suporte, Mário Filho era chamado na época de “namorado do estádio”.

Já o nome popular é oriundo do Rio Maracanã, que cruza a Tijuca passando por São Cristóvão, desaguando no Canal do Mangue antes do deságue na Baía de Guanabara. Em língua tupi, a palavra maracanã significa “semelhante a um chocalho”.

Antes da construção do estádio, existia, no local, grande quantidade de aves vindas do norte do país chamadas maracanã-guaçu. Devido à construção do estádio, foi criado o bairro do Maracanã, onde o estádio fica localizado, originalmente parte do bairro da Tijuca.