O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), desembargador João Lages, recebeu os juízes que respondem por varas de Tribunal do Júri para discutir preparativos para a realização do Mês Nacional do Júri. Desde 2017 a Justiça do Amapá promove pauta concentrada julgando crimes hediondos – homicídio e tentativas de homicídio – ao longo do mês de novembro. A programação do Mês Nacional do Júri ocorrerá de 1º a 29 de novembro, em todas as comarcas do estado.

Além da programação de julgamentos, o desembargador-presidente observou que realizará júris simulados em escolas e cursos de Direito, promovendo a informação e reconhecimento de tal atividade pelo público, em especial aos futuros operadores do Direito – estimulando que outros juízes presentes sigam o exemplo.

Para sensibilizar defensores públicos e promotores em relação à manutenção dos julgamentos dentro do Mês Nacional do Júri, o presidente do TJAP também comprometeu-se a encontrar membros do Ministério Público e Defensores no próximo dia 18 de outubro.