O Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na sessão de hoje (5) a Ação Direta de Constitucionalidade (ADC) 36, da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5367 e Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 367 que tratam do regime dos servidores em conselhos profissionais. A relatora das três ações é a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha.

O presidente do Sindicato dos Servidores e Ordens de Fiscalização Profissional e Entidades Coligadas e Afins do Estado de Sergipe (Sindiscose), Igor Baima – acompanhado da diretoria – e diretores da FENASERA estiveram no STF em todos os gabinetes dos ministros distribuindo memorial da situação da categoria.