A pesquisadora paulista Niéde Guidon, 86 anos, que desde a década de 1970 realiza pesquisas e trabalhos de desenvolvimento social, econômico e científico na microrregião de São Raimundo Nonato (525 km de Teresina), em especial no Parque Nacional da Serra da Capivara e zona de entorno, foi eleita para ocupar a cadeira nº24 da Academia Piauiense de Letras (APL).

Para o advogado Nelson Nery Costa (ex-presidente da OAB-PI por três vezes 1995/1997 – 1998/2000 – 2001/2002) e atualmente presidente da APL, a eleição é um momento de grande relevância para a entidade. “A escolha de novos membros para a Academia Piauiense de Letras é sempre um momento muito importante. Hoje realizamos a eleição de três novos Imortais e no próximo dia 23 realizaremos a eleição da cadeira 28, deixada pelo acadêmico Manfred Cerqueira. Queremos fechar o ano com o nosso quadro completo com os 40 imortais.”, avalia o presidente.

Além da arqueóloga, também foi eleito, o Prof. Dr. Plínio da Silva Macêdo para a cadeira nº 03 e Valdeci Cavalcante para a cadeira nº 17. As cadeiras foram ocupadas anteriormente por Jesualdo Cavalcanti Barros, João Paulo dos Reis Veloso e Paulo de Tarso Mello e Freitas respectivamente.