Até o final da primeira quinzena de novembro

Carlos Ayres Britto comanda o CNJ até o final de novembro (Foto: Fellipe Sampaio/STF)

a Região Nordeste comandará o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão criado pela emenda constitucional  nº 45, de 30 de dezembro de 2004, para atuar como órgão de controle do Poder Judiciário. O atual presidente do CNJ é o sergipano de Propriá, ministro Carlos Ayres Britto e a Corregedoria Nacional de Justiça está sob a responsabilidade da baiana Eliana Calmon, ministra do STJ. Com o término do mandato em setembro da baiana Eliana Calmon, nascida em Salvador, o cargo será ocupado por outro nordestino, desta vez de Pernambuco, o ministro Francisco Falcão nascido em Recife e colega de Eliana no “Tribunal da Cidadania”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário