O relator da operação Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (ST), ministro Felix Fischer deve ter alta no Hospital Brasília, onde está internado desde a semana passada após sofrer uma embolia pulmonar, até o final desta semana. Fischer, que presidiu o segundo mais importante tribunal do país, já saiu da UTI e está em recuperação em um quarto do hospital.

Liberado pelos médicos, Fischer tem recebido a visita de colegas ministros do STF e do STJ, além de juízes de instâncias inferiores e amigos mais próximos. Na noite da última quinta-feira, Fischer chegou ao Hospital Brasília – próximo de sua residência no Lago Sul – em situação muito grave. O atendimento rápido dos médicos foi que salvou a vida do ministro do STJ.

Fischer nasceu em Hamburgo, na Alemanha em 30 de agosto de 1947. É um magistrado e jurista naturalizado brasileiro. de origem alemã. Foi nomeado para o STJ pelo presidente Fernando Henrique Cardoso após indicação por seus pares no Ministério Público e seleção em lista tríplice pelos ministros do STJ. Foi presidente da Corte no período de 2012 a 2014.

Fischer tem domínio sobre o Direito e o Processo Penal, que lecionou por 20 anos. Aprecia literatura e livros sobre história em geral. Gosta de gatos e cachorros, e costuma tê-los em casa. A música clássica, a ópera em especial, lhe agradam. Felix Fischer gosta de futebol, torce para o Vasco da Gama e o Paraná Clube.