O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, recebeu o presidente do Sindicato dos Servidores em Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional e Entidades Coligadas e Afins do Estado de Sergipe (Sindiscose), Igor Fernando Baima. Ele estava acompanhado da diretoria da entidade e na oportunidade foi tratado a respeito da PEC 108 do governo Bolsonaro, a proposta de emenda constitucional 108 pretende desregulamentar os conselhos profissionais no país, transformando as autarquias em entidades de direito privado sem fins lucrativos.

O Sindiscose também fez a entrega da Nota Técnica produzida pelos sindicatos de Sergipe, Alagoas e Rio Grande do Norte em parceria com Instituto Brasileiro de Estudos Políticos e Sociais (IBEPS), o objetivo da nota é aprofundar o conhecimento e debate sobre os Conselhos profissionais. Também foi entregue a cartilha sobre a situação dos servidores em conselhos de fiscalização profissional, também produzida pelo Sindiscose no primeiro semestre.

A avaliação de Santa Cruz é que a PEC não prospera,. Ele informou que se reuniu com o secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia, Paulo Uebel, para tratar do assunto, e que o governo solicitou uma proposta de redação para a entidade. O presidente da OAB também fez uma menção ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, Felipe Francischini, pelo esforço na construção de um consenso sobre o tema.