Presidida pelo então ministro Francisco Rezek, a eleição presidencial de 1989 teve seu primeiro turno realizado em 15 de novembro (data que marcava o centésimo aniversário da proclamação da República) sendo a 25.ª eleição presidencial do Brasil. No total, 22 candidatos a Presidente e 22 a Vice-presidente do Brasil concorreram na eleição. Os principais candidatos à presidência foram: Fernando Collor de Mello (PRN, atual PTC), Luís Inácio Lula da Silva (PT), Leonel Brizola (PDT), Mário Covas (PSDB), e Paulo Salim Maluf (PDS, atual Progressistas).

O resultado oficial do TSE na eleição de primeiro turno foi o seguinte: Collor/Itamar Franco: 35.089.998 votos. O segundo lugar ficou com a chapa Lula/Bisol com 31.076.364 votos. Collor, que era governador de Alagoas venceu em 23 estados e Lula, deputado federal pelo PT de São Paulo, ganhou em três estados e o Distrito Federal.

Com isso, foi necessária a realização de um segundo turno em 17 de dezembro para definir o nome da chapa que iria governar o país a partir de 15 de março de 1990.