O sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues pode ser condenado a oito ano de prisão, conforme pedido da Promotoria da Espanha, que também pede que o militar pague uma multa no valor 4 milhões de Euros, algo em torno de R$ 18 milhões.

Rodrigues foi preso no dia 25 de junho, na Espanha, quando desembarcava em Sevilha, ao ser flagrado com 37 pacotes de cocaína.

Na ocasião, ele integrava a comitiva presidencial com destino ao Japão, aonde a cúpula brasileira participou do encontro do G20. Rodrigues estava a bordo do avião reserva da Força Aérea Brasileira (FAB). Na época da prisão do sargento, a informação era que foi encontrada a quantia de 39 kg de cocaína, agora se fala em 37 kg. (Diario do Poder)