O juiz sumariante do I Tribunal do Júri de Belo Horizonte, Marcelo Rodrigues Fioravante ouviu as testemunhas de defesa e acusação e também interrogou o réu, acusado pela morte de um colega do Instituto de Educação de Minas Gerais.

O crime ocorreu em novembro do ano passado, quando o estudante de 17 anos foi agredido durante um jogo de futebol na quadra da escola. O rapaz estava no espaço de lazer junto a outros colegas, incluindo o agressor, que na época tinha 18 anos de idade, quando a confusão começou.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o desentendimento ocorreu após um drible aplicado pela vítima no colega, que integrava a equipe adversária. O jovem mais velho e outros integrantes do time passaram a agredir a vítima, que tentou fugir, mas foi perseguida e atingida por um chute na cabeça. Ele se desequilibrou e ao cair bateu com a cabeça no degrau da escada.

A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro João XXIII, mas faleceu seis dias após o crime. O agressor foi preso em flagrante e aguarda o julgamento no presídio José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves.