No próximo dia 13 de outubro – uma terça-feira – o carioca, juiz de carreira do Tribunal de Justiça do Rio, Luiz Fux assume a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) em substituição ao atual presidente, o paulista Dias Toffoli. Os dois foram nomeados para o STF pela ex-presidente Dilma Rousseff.

A atual presidente do TSE, a gaúcha Rosa Weber, deixará o cargo na próxima segunda-feira e ficará aguardando para assumir a via-presidência do Supremo. Fux permanecerá no cargo durante dois anos. Deixará a presidência apenas em outubro de 2022. Será substituído por Rosa, a terceira mulher a presidir o mais importante tribunal do país. Antes, comandaram o tribunal as ministras Ellen Gracie e Cármen Lúcia Antunes Rocha.

Rosa Weber deveria permanecer no cargo durante dois anos mas irá completar 75 anos de idade no dia 2 de outubro de 2023. Ela, pela regra constitucional, irá pendurar a toga e será substituída na presidência do STF pelo seu colega, ministro Luis Roberto Barroso.