A apresentação oficial do goleiro Bruno Fernandes, que estava marcada para amanhã (25), foi cancelada pelo Poços de Caldas FC (MG). O clube divulgou um comunicado por meio das redes sociais. Na mensagem, o clube diz que “não foi liberada a vinda do Bruno”, em alusão à viagem necessária entre Varginha, onde o goleiro cumpre pena em regime semiaberto pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, e Poços de Caldas, onde aconteceria a apresentação.

Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013. Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu sem ser julgado em segunda instância. As penas válidas somadas, então, são de 20 anos e 9 meses.

Atualmente o goleiro cumpre pena em regime semiaberto domiciliar em Varginha, onde está desde abril de 2017. Ele conseguiu a progressão de pena em 19 de julho após uma decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais do município.