Do ex-presidente da OAB Nacional, ex-presidente da OAB do Pará, o advogado paraense Ophir Cavalcante sobre as queimadas na região amazônica:

“As queimadas na Amazônia fazem parte da cultura do pequeno agricultor ou do pequeno pecuarista. Consiste na limpeza do terreno a baixo custo com a eliminação da vegetação natural para a implantação de pastos e culturas agrícolas.

Era uma prática que sustentava a pequena agricultura e pecuária, a qual passou tomar uma dimensão muito maior com grandes áreas sendo objeto de queimadas sem qualquer preocupação com o confinamento do fogo.

Essa desvirtuamento, por interesse de grandes madereiros, agricultores e pecuaristas tem provocado grandes incêndios na floresta, os quais não tem sido evitados, basicamente, pela falta de fiscalização do estado brasileiro e também pela reação desses segmentos.”