Do ex-presidente nacional da OAB, Reginaldo Oscar de Castro: “Eu sempre repeti o nosso Ruy Barbosa: Fora da Lei não há salvação. Na lavajato, o poder legislativo, a magistratura, o MP, a imprensa e a opinião pública, repetindo o que ocorreu na França na fase conhecida como Terror, da Revolução Francesa, jogaram para o alto os escrúpulos.

Ignoraram a Constituição, as leis, os princípios democráticos, legislaram casuisticamente,
deliberadamente violaram os limites estabelecidos pelo constituintes em proteção do Estado Democrático de Direito.
Veja abaixo o que diz o Ministro GM sobre o período mais criminoso do qual falamos:

Nota divulgada nesta sexta pelo ministro Gilmar Mendes: “Dadas as palavras de um ex-procurador-geral da República, nada mais me resta além de lamentar o fato de que, por um bom tempo, uma parte do devido processo legal no país ficou refém de quem confessa ter impulsos homicidas, destacando que a eventual intenção suicida, no caso, buscava apenas o livramento da pena que adviria do gesto tresloucado. Até o ato contra si mesmo seria motivado por oportunismo e covardia.”

Todos praticaram, pelo menos os juízes e os membros do MP, crimes de responsabilidade por terem descumpridor a Constituição Federal e as leis.