Um dos mais conceituados advogados criminalistas do país, Alberto Zacharias Toron é um árduo defensor de que seja liberada a importação do canabidiol para fins medicinais. Toron defende ,ainda, que seja permitido o plantio da cannabis sativa (maconha) para fins recreativos, a exemplo do que já ocorre no Uruguai.

Paulista de nascimento, 60 anos, Toron é detentor de um mestrado e um doutoramento em direito penal, pela USP e professor licenciado de direito penal da FAAP-SP. Durante a sua carreira, exerceu vários cargos na OAB Nacional e na Seccional da entidade em São Paulo. No Conselho Federal da OAB, em Brasília foi secretário-geral-adjunto, presidente da Comissão Nacional de Prerrogativas, vice-presidente Comissão Nacional de Defesa e Valorização da Advocacia e membro efetivo da Comissão de Estudo da Reforma do Processo Penal e da Lei de Execuções Penais e da Comissão de Estudo e Edição de Provimento para o Preenchimento dos Cargos de Representante da OAB junto ao CNJ e ao CNMP.