Do ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), o Subprocurador-Geral da República, Nicolao Dino sobre a intenção do presidente Jair Bolsonaro de adiar por tempo indeterminado a escolha do novo Procurador-Geral da República: “Eventual interinidade de caráter indefinido ou permanente frustra o complexo sistema de formação de vontades no processo de escolha do PGR.

Um “PGR biônico” não cabe no figurino constitucional, que prevê indicação do Presidente da República e aprovação pelo Senado Federal.” Nicolao Dino é membro da Comissão Ambiental do Ministério Público Federal (MPF).