Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

No lugar certo

O desembargador federal aposentado e ex-presidente da Ajufe (Associação dos Juízes Federais), Vladimir Passos de Freitas assumiu a Secretaria Nacional de Justiça, órgão ligado ao Ministério da Justiça. A Secretaria Nacional trata de medidas relacionadas com imigração, relações internacionais,, extradição, classificação de filmes, e propaganda, acesso e agilização da Justiça (com o Poder Judiciário). Cerca de 300 servidores irão ajudar o novo Secretaria nestas tarefas. Vladimir tomou posse sem nenhuma cerimônia. “Muito há a fazer. Experiência e ânimo não me faltam. Mãos à obra”, disse após assinar protocolarmente o livro de posse.

Crime organizado

O combate ao crime organizado foi o tema central do encontro entre o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, e o Superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, delegado Carlos Henrique Oliveira de Sousa

Monopólios bilionários

O artigo “Monopólio bilionários” é de autoria do advogado formado pela UnB Naurican Ludovico Lacerda, Mestre em Direito Constitucional pelo IDP-DF e Doutorando em Direito pela Univali-SC e pela Widener University – USA:

“Monopólios Privados Lucram Bilhões: cobrando o que querem, sem qualquer controle de preços ou contrapartida efetiva para a população. A MP da Liberdade Econômica criou centrais de registros de duplicatas, obrigando o registro de todas as duplicatas escriturais. Antes não havia essa obrigatoriedade. A justificativa era de que haveria mais segurança das duplicatas emitidas e as fraudes seriam reduzidas. Apesar disso, hoje se vive uma grande insegurança, pois não há como saber se uma duplicata foi registrada em mais de um lugar. Não houve, tampouco, qualquer redução do número de fraudes existentes.