Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Microsoft condenada

O juiz Paulo Assed Estefan, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, condenou a empresa Microsoft a indenizar os consumidores pelos danos materiais e morais causados por uma atualização defeituosa do sistema operacional Windows 7 oferecida ao mercado brasileiro em 9 de abril de 2013. A sentença acolheu parcialmente os pedidos feitos em duas ações civis públicas movidas pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio e pela Associação Estadual de Amparo ao Consumidor e ao Cidadão e Defesa contra as Práticas Abusivas.

Assalto ao pai

A Justiça marcou para o dia 4 de outubro a audiência para ouvir a jovem que teria planejado por WhatsApp um assalto ao próprio pai em Guararapes (SP), em março deste ano. Nesta terça-feira (30) foi feita a primeira audiência do caso, mas a filha mais velha, principal pivô da história, não foi ouvida pelo…