Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Humilhado no trabalho

A 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) condenou a empresa prestadora de serviços Verzani & Sandrini Ltda. ao pagamento de R$ 8 mil reais, a título de danos morais, a um trabalhador que alegou sofrer humilhações, constrangimentos e afrontas no ambiente de trabalho. O colegiado também reconheceu a rescisão indireta do contrato de trabalho, seguindo, por unanimidade, o voto do relator do acórdão, desembargador Leonardo da Silveira Pacheco.

Uber gaúcho

A 10ª Câmara Cível do TJ-RS julgou o mérito de recurso do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (SINTÁXI) contra liminar que manteve a operação do Uber na capital. Por unanimidade, os magistrados consideraram que o tema é controvertido e demanda maior análise do caso.

Eleição direta

Doze dos 14 conselheiros presentes a sessão do Pleno do Conselho Nacional de Justiça votaram de forma contrária à eleição direta para presidentes de tribunais. O julgamento iniciado na terça-feira foi suspenso com o pedido de vista requerido por dois conselheiros do órgão. A maioria dos membros do Plenário da instituição decidiu antecipar o voto. O julgamento marcou a 238ª sessão plenário do CNJ, a primeira presidida pela ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, também presidente do Supremo Tribunal Federal.