Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Jóia do Flu é filho de advogados

Filho de pais advogados e morador da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, o capixaba Miguel Silveira, de apenas 16 anos, ao sair do banco e enfrentar o o Cruzeiro, nesta quarta-feira (05), pela Copa do Brasil, no Mineirão, realizou um feito inédito no país. O apoiador do Fluminense tornou-se o primeiro jogador nascido em 2003 a atuar num clube de Série A no Brasil. Miguel iniciou a jogada que terminou no segundo gol tricolor no empate de 2 a 2 no tempo normal, feito por João Pedro, de bicicleta. O Fluminense acabou eliminado nos pênaltis, ao perder por 3 a 1 nas cobranças.

Vaga no STJ em 2020

No penúltimo dia do próximo ano será aberta uma vaga de ministro do STJ. No dia 30 de dezembro de 2020 o ministro Napoleão Nunes Maia completará 75 anos e terá que, constitucionalmente, deixar a magistratura. A vaga de Napoleão, nascido em Limoeiro do Norte (CE), é de membro de Tribunal Regional Federal (TRF). A…