Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Projeto Mães Jardineiras

O projeto Mães Jardineiras foi criado pela Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis (Sbec) e tem o objetivo de fortalecer essa rede de mães que lutam pelo acesso ao tratamento com Cannabis para seus filhos ou parentes. O grupo conta com 11 mães amparadas e elas possuem autorização judicial para cultivar e extrair o óleo que trata seus filhos. As mães compartilham conhecimento com outras mulheres, que também possuem filhos em tratamento com a planta e buscam o mesmo direito.

Fischer aposenta em 2022

O decano (mais antigo) do Superior Tribunal de Justiça (STJ) é o brasileiro naturalizado, nascido em Hamburgo na Alemanha, Felix Fischer em 30 de agosto de 1947. Fischer poderá ficar na ativa até 30 de agosto de 2022 quando completará 75 anos e terá que, constitucionalmente, pendurar a toga.

Uma mulher comanda AMB

Desde o início de dezembro a Associação do Magistrados Brasileiros (AMB) tem na sua presidência uma mulher. Eleita com quase 80% dos votos, Renata Gil Alcantara Videira é juíza há 21 anos no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Renata tornou-se a primeira mulher a presidir a AMB. Na verdade, ela foi a primeira mulher a concorrer à presidência da entidade em toda a sua história.

Peduzzi, a mais brilhante

Considerada uma advogada brilhante e uma das mais preparadas e competentes ministras do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Peduzzi, que atualmente preside a justiça do trabalho, vai completar 19 anos de TST no próximo dia 21. Em 2001 ela foi nomeada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso pelo quinto constitucional da advocacia na vaga do ministro Ursulino Santos Filho. Na época em que disputou a vaga, a OAB Nacional era presidida pelo advogado Reginaldo Oscar de Castro. O diretor-tesoureiro do Conselho Federal (CFOAB), que depois também ocupou a presidência da entidade dos advogados, era Roberto Busato.