Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Operação Calabar

A juíza da Auditoria da Justiça Militar do Rio de Janeiro, Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, decidiu nesta segunda-feira que 32 acusados de receber propina do tráfico, que chegaria a R$ 1 milhão por mês, além de venda de armas para 41 comunidades de São Gonçalo, vizinha de Niterói, vão poder cumprir a prisão em casa. Entre os beneficiados estão 10 policiais militares envolvidos na Operação Calabar.

As mulheres na advocacia

O Brasil tem no dia de hoje um total de 511.451 mil advogadas. Segundo o presidente do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Myrthes Gomes de Campos foi a primeira mulher a exercer a advocacia no Brasil e, de 1924 a 1944. Ela trabalhou no Tribunal de Apelação do Distrito Federal, localizado no Rio de Janeiro, então capital do Brasil. De lá pra cá, elas ocuparam as faculdades de Direito e atualmente representam 48% da advocacia brasileira credenciada pela Conselho Federal da OAB.

Exemplo a ser seguido

Pelo celular, tablet ou computador, é possível, de qualquer fórum das 23 comarcas do Estado de Rondônia, acessar gratuitamente o PJe – Processo Judicial Eletrônico. A instalação de rede wi-fi em todas as unidades do Poder Judiciário do Estado de Rondônia garante esse direito, principalmente aos advogados, representantes das partes nos processos, durante as audiências em que participam.

Nova ferramenta

Será implantada definitivamente hoje (19), às 14h, uma ferramenta eletrônica para gerenciar e fiscalizar automaticamente a execução de penas de condenados em Belo Horizonte. O sistema será administrado pela VEP e vai viabilizar a fiscalização do cumprimento correto das penas de mais de 10 mil condenados, presos ou cumprindo medidas em liberdade na capital.