Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Pedro Paulo, só advogado

O juiz federal aposentado e atualmente exercendo a advocacia criminal em Brasília, Pedro Paulo Castelo Branco desistiu de sair candidato a um cargo eletivo nas próximas eleições. Hoje (01) ele enviou mensagem aos amigos acreanos, onde nasceu e deu os primeiros passos no mundo do direito, agradecendo o apoio e comunicando a sua decisão.

Nova legislação

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), receberam hoje (28), no Congresso Nacional, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes para tratar do projeto de lei que endurece a legislação de combate ao tráfico de armas e drogas. Moraes é autor do projeto, que…

Agenda inacabada

Após tomar posse como ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite desta terça (27), o ministro Luís Roberto Barroso destacou que a reforma política no Brasil é uma “agenda inacabada”. “Já tivemos avanços importantes, como a proibição de coligações em eleições proporcionas, mas é preciso avançar mais”, comentou Barroso, sustentando uma reforma que barateie o custo das eleições e aumente a representatividade política.

Capitão pede propina

O Superior Tribunal Militar (STM) condenou um capitão da reserva do Exército a três anos de reclusão por exigir propina de uma empresa a fim de garantir que ela saísse vencedora num processo licitatório referente à compra de 65 ônibus. O oficial atuava à época como chefe da Seção de Licitações do Batalhão da Guarda Presidencial (BGP), localizado em Brasília.