Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Julgamento adiado

O advogado Marcus Vinícius Furtado Coêlho enviou ao direitoglobal.com.br a seguinte mensagem: “Esse importante julgamento de hoje (15) no Pleno do STF sobre a participação das mulheres na política tomou totalmente a pauta do tribunal! A questão sobre transparência eleitoral ficou para a próxima semana”.

Scarpa volta ao Fluminense

Após perder Gustavo Scarpa para o Palmeiras, o Fluminense conseguiu reverter a decisão que permitiu ao jogador se transferir para o Alviverde. Em decisão do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ), os advogados tricolores derrubaram a liminar que o desvinculava do clube das Laranjeiras. A informação foi divulgada pelo site Netflu.

Gastos eleitorais

O ex-presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho irá sustentar hoje (15), na tribuna do Supremo Tribunal Federal (STF), a necessidade de ampla transparência nos gastos eleitorais. Em 2015, em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADFI), ajuizada pela OAB no mesmo ano, o STF concedeu medida cautelar, sob a relatoria do do saudoso ministro Teori Zavascki, determinando que os partidos políticos apresentem os dados dos doadores de recursos financeiros quando efetuar o repasse aos candidatos.

Advogado Dalazen

O ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (2011/2013) e que deixou o tribunal em novembro do ano passado aos 63 anos e após 37 anos de magistratura, João Oreste Dalazen inaugurou hoje o escritório de advocacia trabalhista em São Paulo Dalazen & Pessoa Advogados Associados. O escritório de Dalazen e do seu sócio, o advogado Valton Pessoa, atenderá demandas nos 27 Tribunais Regionais do Trabalho do país, especialmente na capital paulista.