Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Casamento às escuras

Devido a interrupção no fornecimento de energia elétrica durante cerimônia e festa de casamento, a Celg Distribuição S/A foi condenada a pagar danos morais a um casal. A indenização, arbitrada em R$ 60 mil, foi imposta em sentença proferida pelo juiz Aluízio Martins Pereira de Souza, da comarca de Jandaia, em Goiás.

Ventos e Eolis

Para atingir os magistrados e servidores do interior do estado foi lança pelo Tribunal de Justiça de Rondônia os sistemas Ventos e Eolis. O banco de dados unificado “Ventos” e o sistema “Eolis” são inovações tecnológicas desenvolvidas pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), que prometem automatizar os números das varas e cartórios, retirando o trabalho manual e possibilitando o monitoramento de metas.

Novidade em julgamento

A Vara do Júri de Itabuna, no sul do estado da Bahia, realizou o julgamento de um caso de homicídio com tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais. Foi o primeiro juri realizado no Brasil que contou com a presença de tradutores especializados em Língua Brasileira de Sinais. Antes disso houve apenas uma audiência realizada no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul com a presença de tradutores, uma vez que foi pleiteada por uma pessoa portadora de deficiência auditiva.

“Castelo de Bonecas”

A exposição do Projeto ‘Castelo de Bonecas’ será aberta segunda-feira (4) no Tribunal de Justiça da Paraíba. A amostra, que se estenderá até o dia 6 de setembro, disponibilizará ao público bonecas e outros produtos artesanais confeccionados pelas apenadas do Presídio Júlia Maranhão.