Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Figueiredo, Castelo e Lula

Desde que foi transferido do Rio de Janeiro para Brasília, em 21 de abril de 1960, pelo então presidente da República Juscelino Kubistchek de Oliveira, o campeão de nomeações para o STF foi o ex-presidente João Figueiredo. Ao todo, foram 9 nomeações. Logo a seguir, vem os ex-presidentes Castelo Branco e Lula com 8 nomeações…

UnB não chega ao Supremo

Uma das mais importantes universidades do país – a UnB – nunca teve um aluno de Direito ocupando uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF), apesar de vários ministros aposentados – como Sepúlveda Pertence, Moreira Alves e Carlos Mário Velloso, entre outros – terem integrado o corpo de professores da UnB.

O domínio do Largo de São Francisco

Com um total de 49 ministros a Faculdade de Direito de São Paulo (Largo de São Francisco) foi a unidade de ensino superior que mais teve integrantes nos quadros do Supremo Federal. Logo a seguir, vem a Faculdade de Direito de Recife com 31 membros. Pela Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro passaram 11 ministros; 9 pela Faculdade de Direito de Olinda; 8 pela Faculdade de Direito da Universidade do Brasil (RJ) e 7 pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais.