É meu e ninguém tasca

A 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro concedeu tutela antecipada ao juiz federal Marcello Granado, que integra o Tribunal Regional Federal da 2a Região, no Rio de Janeiro, e recorreu ao Judiciário para não ter de devolver R$ 71.905,96 aos cofres públicos. O motivo da cobrança ao juiz foi o pagamento duplicado de seu salário nos meses de janeiro e fevereiro de 2015. A administração notou o erro e solicitou o reembolso, o que foi negado por Marcello. A informação é do site “Jota”.

Veja mais

Perguntar não ofende

Do jornalista Emerson Sousa em sua página no FacebooK:
Enquanto a Lava Jato, a Zelotes e outras operações da PF e ações do MPF seguem seu rumo, vale perguntar: como está o andamento do caso de corrupção no DF, com dólares na cueca, na meia, em pasta, bolsa, envelope e pacote? O caso teve até corruptor evangélico fazendo oração para que luzes divinas resguardassem o corrupto, mantendo-o saudável e vivo para não acabar a “boquinha.”

Veja mais

Plebiscito separatista

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina proibiu o plebiscito que pretendia saber dos cidadãos dos três estados do Sul do país se eles gostariam de se separar e formar uma nação independente. A consulta pública informal é organizada pelo movimento O Sul é Meu País. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Veja mais