O crime do sargento

A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou um sargento da Polícia Militar que matou a facadas um rapaz a indenizar a mãe da vítima. O autor do crime deverá pagar R$ 30 mil por danos morais, além de R$ 859,19 por danos materiais, referentes às despesas do enterro. Além da indenização, o sargento foi condenado pelo I Tribunal do Júri de Belo Horizonte a 12 anos de reclusão, em regime incialmente fechado. Hoje, encontra-se preso em Igarapé.

Veja mais

Na ordem do dia

Hoje (07) e amanhã (08), Manaus sediará o 1º Simpósio Nacional de Combate à Corrupção organizado pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – Direção Regional do Amazonas (ADPF-AM), com o objetivo de debater o atual cenário político-econômico do país. O evento será realizado no Tropical Hotel Manaus.

Veja mais

Presídio feminino

O Juízo da Vara de Execuções Penais da Comarca de Cruzeiro do Sul (AC) acatou os pedidos formulados pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) e determinou a interdição parcial da Unidade Penitenciária Feminina Guimarães Lima e da Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul. As decisões proferidas pelo juiz de Direito Hugo Torquato estabelecem também proibição de alocação de novas pessoas presas oriundas das Comarcas de Tarauacá, Feijó, Jordão, Manuel Urbano e Sena Madureira, sem prévia autorização judicial.

Veja mais

Pertence e o celular

Sepúlveda Pertence era presidente do Supremo Tribunal Federal. Era uma quarta-feira, dia de sessão plenária. Nas cadeiras, estava o advogado gaúcho Werner Becker aguardando a chamada do seu processo. De repente, toca o celular do advogado. Pertence, sempre irônico e divertido, não perdoa: senhores ministros, vamos suspender a sessão da Corte para que o dr…

Veja mais