Torcedor condenado no Rio

O Tribunal do Júri da Comarca de Niterói condenou Marlon Cesar Soares Alvarenga a 18 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, por seis tentativas de homicídio qualificado e por quadrilha armada. Os crimes foram cometidos contra vários torcedores de futebol participantes de torcidas rivais na Praça do Barreto, em Niterói,  em  2011. Os outros…

Veja mais

Paz em vez de guerra

Durante palestra para juízes na Escola de Magistratura do Rio de Janeiro, o procurador-geral da OAB-RJ, Ronaldo Cramer defendeu que a relação entre advogados e magistrados não deve ser de competição e,sim, de cooperação. “Os magistrados não devem ver os advogados como adversários, mas sim enxergá-los como profissionais igualmente na busca da solução judicial mais…

Veja mais