A despedida de Eliana

Após dois anos como corregedora nacional de Justiça, a ministra Eliana Calmon leva hoje (04) para sua última sessão no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) o resultado da apuração sobre o esquema de segurança oferecido pela Justiça do Rio de Janeiro à juíza Patrícia Acioli, morta em 2011. A investigação foi aberta a pedido da família…

Veja mais