A solução é Celso de Mello

Nascido na pequena cidade de Cristina, no sul de Minas Gerais, o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal José Francisco Rezek acredita que a morte do ministro Teori Zavascki blinda, de certa forma, a Operação Lava-Jato. A comoção que envolve o episódio limita a margem de manobra daqueles que pretendiam retardar ou sabotar o processo, que, na opinião do jurista, sofrerá apenas um pequeno atraso. “Até mesmo em honra da memória do relator, o tribunal tem consciência do seu dever de prosseguir no ritmo que ele havia podido imprimir ao caso.”

Veja mais

Licença para deputados

Projeto de resolução em análise na Câmara dos Deputados altera o Regimento Interno da Casa para ampliar os períodos de licença-maternidade e de licença-paternidade de deputados e de deputadas federais. Apresentado pelo deputado Waldir Maranhão (PP-MA), o texto prevê que as deputadas poderão ter as licenças-maternidade (120 dias) prorrogadas por 60 dias.

Veja mais

Política de paz

A OAB de Sergipe, juntamente com a igreja católica e a União dos Bispos Evangélicos, irá promover, a partir de fevereiro, ações em conjunto em prol de um pacto social por uma nova política pela paz. O primeiro passo será um seminário a ser realizado na sede da seccional nos próximos dias 15 a 17.…

Veja mais

Um nome cotado

O nome do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca é um dos mais cotados para integrar a lista tríplice da Ajufe que será encaminhada ao presidente Michel Temer como sugestão para a substituição do ministro Teori Zavascki, no Supremo Tribunal Federal (STF). Ex-juiz federal, Reynaldo chegou ao STJ oriundo do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região.

Veja mais

Figueiredo, Castelo e Lula

Desde que foi transferido do Rio de Janeiro para Brasília, em 21 de abril de 1960, pelo então presidente da República Juscelino Kubistchek de Oliveira, o campeão de nomeações para o STF foi o ex-presidente João Figueiredo. Ao todo, foram 9 nomeações. Logo a seguir, vem os ex-presidentes Castelo Branco e Lula com 8 nomeações…

Veja mais

UnB não chega ao Supremo

Uma das mais importantes universidades do país – a UnB – nunca teve um aluno de Direito ocupando uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF), apesar de vários ministros aposentados – como Sepúlveda Pertence, Moreira Alves e Carlos Mário Velloso, entre outros – terem integrado o corpo de professores da UnB.

O domínio do Largo de São Francisco

Com um total de 49 ministros a Faculdade de Direito de São Paulo (Largo de São Francisco) foi a unidade de ensino superior que mais teve integrantes nos quadros do Supremo Federal. Logo a seguir, vem a Faculdade de Direito de Recife com 31 membros. Pela Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro passaram 11 ministros; 9 pela Faculdade de Direito de Olinda; 8 pela Faculdade de Direito da Universidade do Brasil (RJ) e 7 pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais.

Veja mais

STF e os seus 166 ministros

Desde que passou a ser denominado de Supremo Tribunal Federal – na Constituição Provisória publicada com o decreto número 510, de 22 de junho de 1890 – o mais importante tribunal do país teve, até hoje, 166 ministros. Desse total, 33 ministros nasceram no Rio de Janeiro; 30 em Minas Gerais e 24 no estado de São Paulo.

Veja mais