Mulheres no comando

​As mulheres já presidiram o STF duas vezes (Ellen Gracie e Cármen Lúcia). O STJ, uma vez ( Laurita Vaz); o TSE, uma vez (Cármen Lúcia); o STM, uma vez (Maria Elizabeth). O TST, apesar de ter sido o tribunal que teve a primeira mulher nomeada nos tribunais de cúpula (Cnea Cimini – já falecida -) nunca foi dirigido por uma ministra.

Veja mais

Fogo no apt da amante

Em sessão do tribunal do júri de São Leopoldo (RS), o Conselho de Sentença decidiu que Alexandre Viana de Souza é culpado de quatro dos cinco crimes de que era acusado, entre eles a tentativa de matar a golpes de canivete a ex-companheira, Márcia Franciele Castilho Reis Schmidt, e mais outras 90 pessoas, em decorrência do incêndio que provocou no apartamento dela. Os crimes aconteceram na madrugada de no último dia de janeiro de 2016.

Veja mais

Direito Militar

O juiz Marcelo Pons Meirelles, da Vara de Direito Militar da capital de Santa Catarina, com jurisdição estadual, reimplantou o projeto de interiorização de audiências, lançado em 2006 pelo então juiz Getúlio Corrêa, atualmente desembargador. A iniciativa tem o objetivo de proporcionar maior celeridade aos processos em trâmite, atender à economicidade e evitar prejuízo à ordem pública.

Veja mais

Posse no TJ-DF

A nova Administração do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) para o biênio 2018-2020 tomou posse em sessão solene prestigiada por autoridades dos três Poderes. O desembargador Romão Cícero de Oliveira foi empossado no cargo de Presidente do TJDFT; as desembargadoras Sandra De Santis e Ana Maria Amarante, nos cargos de 1ª Vice-Presidente e 2ª Vice-Presidente do Tribunal, respectivamente; e o desembargador Humberto Adjuto Ulhôa no cargo de Corregedor da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

Veja mais