Sanitaristas vão decidir

O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assume o cargo amanhã (25) num momento recheado de incertezas, no qual é impossível dizer até mesmo a data em que o país terá eleições municipais. “Quem vai bater o martelo são os sanitaristas”, diz ele, prevendo a decisão a esse respeito para o fim da primeira quinzena de junho, em conjunto com o Congresso.

Veja mais

Lockdown no Supremo.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso não descarta a possibilidade de que, devido à falta de liderança unificada no país, a Corte máxima do país tenha de decidir sobre a adoção do lockdown (proibição total de circulação) em estados e municípios brasileiros durante a pandemia de coronavírus. “Pelo Brasil que nós temos vivido nos últimos anos, tudo pode chegar ao Supremo. Portanto, acho que sim, acho que é uma possibilidade real”, disse, em entrevista ao programa CB.Poder, parceria do Correio com a TV Brasília.

Veja mais

Publicidade na advocacia

O diretor de Relações Institucionais do MATI – Movimento da Advocacia Trabalhista Independente e procurador do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Nicola Manna Piraino irá participar, na quarta-feira (27), às 17 horas, do I Seminário Publicidade na Advocacia – Limites Éticos.

Veja mais

Uma senhora julgadora

A atual presidente do TST, ministra Maria Cristina Irigoyen Peduzzi chegou à Justiça do Trabalho em 21 de junho de 2001, pelo Quinto Constitucional da advocacia, nomeada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. É a primeira mulher a presidir o tribunal em toda a sua história. Peduzzi é considerada no meio jurídico e advocatício como uma das melhores julgadoras do TST. Tomou posse no último dia 19 de fevereiro.

Veja mais