Despejo de cães

A 3ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou sentença que impôs condições – já previstas em regimento interno de condomínio – para que um casal de moradores possa permanecer na guarda de dois cães que mantém em seu apartamento, em edifício localizado em bairro da área continental da capital. Pela decisão, os condôminos somente poderão circular com os animais pelas áreas comuns do prédio se os carregarem no colo, em sacolas ou em carrinhos apropriados. O descumprimento da medida implicará multa de R$ 5 mil. A reiteração após a quinta ocorrência de igual natureza provocará, na prática, o despejo dos animais.

Veja mais

Implosão sistema político

Bastante desanimado com a infinita onda de denúncia de escândalos em todos os setores, o presidente da OAB de Sergipe, Henri Clay Andrade afirmou que o país tem somente uma saída para debelar a corrupção: “é preciso implodir o atual sistema político e varrer da vida pública o patrimonialismo e os políticos que transformam a atividade política em ambiente criminoso e os cargos públicos num balcão de negócios espúrios.”

Veja mais

Sempre os mesmos

Em ação civil pública ajuizada na 6ª Vara de Fazenda da capital, a Procuradoria-Geral de Justiça do Rio (PGJ) pede a perda do cargo do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), Aloysio Neves, bloqueio de bens, multa no valor de R$ 3 milhões e suspensão dos direitos políticos dele por cinco anos. O pedido se estende ainda ao ex-assessor e companheiro de Aloysio, André Vinicius Gomes da Silva, preso há 15 dias por suspeita de fraudes no posto do Detran em Magé, na Baixada Fluminense.

Veja mais

Filha de desembargadora

Deu no blog do Lauro Jardim: A OAB-DF abriu procedimento de investigação ético-disciplinar para apurar a conduta da advogada Renata Prado. Ela é filha da desembargadora Maria do Carmo Cardoso, e teria negociado sentenças valendo-se de suposta influência da mãe. Caso sejam verificadas irregularidades na conduta da advogada, ao final do processo, seu registro na…

Veja mais