Tornozeleira sexual

Policiais militares do 15° batalhão que patrulhavam o bairro de Gramacho, na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, abordaram um homem em atitude suspeita usando uma tornozeleira eletrônica. Durante a revista e consulta sobre a situação do indivíduo, foi verificado que o nome dele não constava nos registros, ou seja sem nenhuma passagem pela polícia.

Veja mais

Região da Morte

O vereador de Araruama (RJ) Ciraldo Fernandes da Silva (DEM), 57, foi morto a tiros na noite deste domingo (8) em Araruama, cidade da região dos Lagos do Rio de Janeiro. Em agosto, o vereador Ismael Breve (DEM), 59, e seu filho Thiago Marins, 31, foram assassinados em Maricá (RJ). Neste ano, os jornalistas políticos…

Veja mais

Pedro Paulo, um acreano da gema

A piada envolvendo o terceiro estado menos populoso do Brasil (881 mil, segundo estimativa do IBGE) marcou a fala de agradecimento de Ayres Rocha, âncora da Rede Amazônica, em sua estreia na bancada do Jornal Nacional ao lado da baiana Jéssica Senra, como parte das comemorações dos 50 anos do telejornal.

Veja mais

E a mulher negra ?

Há quase trinta anos, desde 1990, quando o então presidente José Sarney nomeou a juíza carioca Cnea Cimini Moreira para o Tribunal Superior do Trabalho, o Supremo Tribunal Federal e os três tribunais superiores – STJ, TST e STM – já tiveram vagas ocupadas por 18 mulheres. Cnéa Cimini Moreira entrou para história por ser a primeira mulher no Brasil, e a segunda no mundo, a ocupar o cargo de ministra em Tribunal Superior. Ela atuou como ministra do Tribunal Superior do Trabalho, durante dez anos. Cnéa faleceu em 2008. Ano que vem, vai surgir uma vaga no STF com a aposentadoria do decano da Corte, ministro Celso de Mello. No entanto, nenhum Presidente da República indicou para o STF e tribunais superiores uma mulher negra.

Veja mais

FHC e a justiça

Circulando hoje com intensidade nas redes sociais: O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu, durante entrevista no programa do Pedro Bial, a saída do ex-juiz federal Sergio Moro do Ministério da Justiça. Disse FHC no programa: “se fosse o Moro, pediria demissão do Ministério”. Logo abaixo, vem a pergunta do internauta:”Vocês sabem quem foi ministro da…

Veja mais

Direitos do povos indigenas

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), participou do curso ‘O Poder Judiciário e os Direitos dos Povos Indígenas’, realizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

Veja mais

Programa Ler Liberta

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), com a Defensoria Pública de Minas gerais (DPMG) e com a Direção do Complexo Penitenciário Nossa Senhora do Carmo, inaugurou a oficina do Programa Ler Liberta, no município Carmo do Paranaíba. O programa faz parte do projeto social que visa à implantação da remição pela leitura aos presos e teve como foco o complexo penitenciário, destinado às detentas do sexo feminino.

Veja mais

Goleiro vence ação trabalhista

A polêmica dispensa de oito jogadores realizada pela gestão do ex-presidente do Fluminense, Pedro Abad, no final de 2017, segue dando uma grande dor de cabeça para o Fluminense. A juíza Cissa de Almeida Biasoli, da 75a Vara do Trabalho do TRT-1, condenou o clube a pagar R$ 860.347,40 ao jogador Higor Leite.

Veja mais

Pertence e o Adegão

O 7 de setembro não marca apenas o Dia da Pátria. Ele é motivo de lembrança para dois brilhantes advogados de Brasília: Antônio Carlos Dantas Ribeiro e Alberto Pavie. Há 27 anos, nesse mesmo dia 7 de setembro, eles foram almoçar juntos em um dos mais tradicionais restaurantes do Rio de Janeiro: o Adegão Português, em São Cristóvão.

Veja mais