Mulher, baiana e traficante

Apontada pela polícia como a maior traficante da Bahia, Jasiane Silva Teixeira, a Dona Maria, 31 anos, tem em sua ficha corrida acusações de dezenas homicídios, roubos, corrupção de menores, falsidade ideológica, entre outros delitos. Segundo investigações, ela usava a própria aeronave para transportar a cocaína pura que trazia de países como Bolívia, Peru, Venezuela e Colômbia.

Veja mais

Poluição fluvial

Em mais uma edição do projeto Caer (Companhia de Água e Esgotos de Roraima) nos Rios, voluntários do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), que apoia a ação de limpeza dos rios, recolheram mais de 300 quilos de lixo retirados do rio Branco. A ação, que está em sua 22a edição, já retirou ao longo desses anos mais de 16 mil toneladas de lixo.

Veja mais

Padrastro e enteada

A juíza de Direito Ana Paula Saboya, da Vara Única da Comarca de Manoel Urbano (Acre) condenou um padrasto a 60 anos de reclusão, em regime inicial fechado, por ele ter cometido por quatro vezes o crime de estupro de vulnerável contra a enteada. A família morava em um ramal no interior e o acusado cometia o crime quando a mãe da adolescente se ausentava.

Veja mais

Cassado registro de ex-secretário de Cabral

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) cassou o exercício profissional do médico Sergio Luiz Côrtes da Silveira por falta de conduta ética médica. Sergio Cortes foi secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro entre 2007 e 2013 nos dois governos de Sérgio Cabral, já condenado a mais de cem anos de cadeia. Côrtes foi preso no dia 11 de abril de 2017 sob a acusação de fraudes em licitações destinadas ao fornecimento de próteses para a Secretaria Estadual de Saúde e para o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO).

Veja mais