Os segmentos da justiça no STF

Todos os segmentos da justiça – exceto a Justiça Federal – estão representados atualmente no Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF). A advocacia tem três representantes; a Justiça do Trabalho, dois; a Justiça Estadual, dois; o Ministério Público Estadual, dois e o Ministério Público Federal, um. A Justiça Federal ficou sem representante após a morte do ministro Teori Zavascki.

Veja mais

A origem do Pleno

Atualmente, o Pleno do STF é composto por três ministros oriundos da justiça do Rio de Janeiro; três de São Paulo; um de Minas Gerais; dois do Rio Grande do Sul e um de Mato Grosso. São eles: RJ – Marco Aurélio Mello, Luiz Fux e Luis Roberto Barroso SP – Celso de Mello, Ricardo…

Veja mais

Moro, o mais cotado

Um dos nomes mais cotados para integrar a lista tríplice da Ajufe que será entregue ao presidente Michel Temer como sugestão para a sucessão do ministro Teori Zavascki no STF é do juiz federal Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba e que se notabilizou por comandar a maior investigação contra a corrução no Brasil, a “Operação Lava-Jato”. Caso integre a lista, Moro irá figurar pela segunda vez em uma sugestão da entidade dos juízes para compor o Pleno do STF: em 2014, Moro foi indicado pela Ajufe para concorrer a vaga aberta com a aposentadoria precoce do ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa. A vaga foi ocupada pelo atual ministro Luiz Fachin por indicação da então presidente Dilma Rousseff.

Veja mais

Quatro do STJ

Quatro ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) estão na pré-lista elaborada pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) com os nomes que poderão ser indicados informalmente ao presidente Michel Temer com vistas à indicação daquele que poderá ser o substituto do ministro Teori Zavascki, recentemente falecido em acidente aéreo. São eles:

Veja mais