Só falta ser decano

Desde que foi nomeado pelo então presidente Fernando Collor de Mello, em maio de 1990, para integrar uma das onze vagas no STF o ministro Marco Aurélio Mello já exerceu todas as vagas de direção na mais importante Corte de justiça do país. O único cargo que falta ocupar é o de decano do tribunal, atualmente da responsabilidade seu colega Celso de Mello.

Veja mais

Nomeações no STF

O Presidente da República que for eleito nas eleições de outubro próximo irá nomear dois ministros para o Supremo Tribunal Federal (STF): o atual decano Celso de Mello e o vice-decano Marco Aurélio Mello. Ambos completarão 75 anos durante o mandato e atingirão a idade-limite para permanência no serviço ativo.

Veja mais