Embalos no Lago Paranoá

Um antigo advogado residente em Brasília comentou o acidente ocorrido no Lago de Brasília e que vitimou o advogado Carlos Eduardo Marano Rocha, de 41 anos. Ele morreu afogado ao cair de uma embarcação onde um grupo de pessoas realizavam uma festa vip ocorrida no último sábado no Lago Paranoá.

Veja mais

Rio de Janeiro tem 1413 favelas

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) manifestação em que culpa decisão da Corte —que proibiu operações policiais em favelas durante a pandemia— por suposto aumento de ações da criminalidade em comunidades. Para a polícia do Rio, a decisão do Supremo cria uma “zona de proteção ao crime organizado”.

Veja mais

Achado corpo de advogado no lago

Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militares do Distrito Federal localizou no início desta noite desta terça-feira (04) o corpo do advogado Carlos Eduardo Marano da Rocha que havia desaparecido no Lago Paranoá. O cadáver foi encontrado boiando próximo ao Club Cota Mil. Agora, a Polícia Civil entra na história para elucidar a circunstância do caso.

Veja mais

Pai de Fagner era cantor no Líbano

Poucos sabem mas o cantor e compositor Raimundo Fagner Cândido Lopes, mais conhecido apenas como Fagner, nascido em Orós, no estado do Ceará, é descendente de libaneses. O seu pai, José Fares, foi cantor na sua cidade natal de “Ain Ebel”, no sul do Líbano. No ano passado, quando completou 70 anos, o Chefe da Missão Diplomática convidou Fagner a fazer uma apresentação no Líbano este ano. Fagner esteve na sede do Consulado Geral do Libano, em Botafogo (RJ) e recebeu das mãos do Cônsul Geral, Alejandro Bitar, uma Medalha de Honra, em homenagem aos 70 anos do cantor.

Veja mais