Chamou de ladrão

Luciano Lucena de Farias, vereador do município de Palestina, no sertão de Alagoas, foi condenado a 15 anos e sete meses de reclusão pela morte de Manoel Messias Simões. No julgamento, que ocorreu no Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, em Maceió, o Conselho de Sentença acolheu a tese do Ministério Público e considerou o réu culpado. Em Maribondo, a Promotoria de Justiça também conseguiu a condenação de um homem acusado de assassinato.

Veja mais

Memorial da Justiça

O Poder Judiciário do Rio Grande do Sul participa da terceira edição da mostra Direitos Humanos, uma questão de justiça. A partir do próximo dia 20, documentos e obras de arte que abordam questões étnico-raciais no âmbito do judiciário serão expostos no Memorial da Justiça Federal em Porto Alegre. O público terá acesso a dois processos pioneiros julgados pelo TJRS.

Veja mais

Salários e penduricalhos

Se Renan Calheiros quisesse mesmo enfrentar marajás do serviço público, deveria começar pelo próprio Senado que preside. Os políticos da Câmara e do Senado custam em média mais de R$176 mil por mês, entre salários e penduricalhos como verbas de gabinete, passagens aéreas, auxílio moradia e o direito de ressarcir qualquer despesa. Os 81 senadores e suas estruturas custarão R$171 milhões em 2016. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Veja mais

Majores na cadeia

O Superior Tribunal Militar (STM) aumentou a pena aplicada a quatro oficiais do Exército – três majores e um capitão-, acusados de montarem um esquema fraudulento, que desviou cerca de R$ 1,7 milhão do Centro de Pagamento do Exército (CPEx). O major, tido como chefe do esquema, vai cumprir quase 10 anos de reclusão, em regime fechado.

Veja mais