Direito Global
Sem a toga

Pertence e Pelé

Sepúlveda Pertence era presidente do STF. Uma noite, no início de 1996, foi jantar com o assessor Irineu Tamanini no restaurante Piantella, em Brasília. Em uma mesa próxima, estava Pelé, então ministro do Esporte. Ao fim do jantar, o Rei do Futebol se dirigiu até Pertence e disse:

–Boa noite. Eu conheço o senhor.

–Eu também conheço o senhor –respondeu Pertence.

Os dois caíram na gargalhada e acabaram combinando uma visita ao STF. No dia marcado, Pelé chegou à presidência do tribunal e foi logo perguntando:

–Aqui é servido café Pelé?

clica