Direito Global
blog

Tráfico internacional

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte condenou sete estrangeiros e absolveu 12 dos denunciados na “Operação Cristal”, como ficou conhecida a denúncia do Ministério Público Federal sobre uma organização criminosa acusada de lavagem de dinheiro proveniente de crime de tráfico internacional de drogas. A sentença foi do Juiz Federal Gustavo Henrique Teixeira de Oliveira, da 14ª Vara Federal. A denúncia sobre o grupo de estrangeiros começou a partir de informações de representantes do governo espanhol no Brasil, apontando para suspeitas de atividades ilícitas praticadas pelo empresário espanhol Salvador Costa Arostegui. As investigações feitas por unidades de repressão ao tráfico de entorpecentes em território espanhol apontaram Salvador como um dos principais “coordenadores” do tráfico de drogas da América do Sul até a Espanha.

No caso, os elementos de prova colhidos durante a instrução processual demonstraram a origem ilícita dos recursos injetados nesta Capital, os quais, sob o argumento de investimentos em promissora área turística, correspondiam, na verdade, no fruto de tráfico de drogas, cujo “branqueamento” se fazia necessário e urgente para o grupo criminoso em comento. O magistrado observou também que Salvador Costa ao chegar a Natal, em curto espaço de tempo, abriu 17 empresas, além de ter feito injeção de capital em dois grandes colégios da cidade. “Há que se reconhecer, nessa esteira, o fato de ter sido montada uma estrutura organizacional para transporte clandestino e internalização de enorme vulto de capitais à margem das vias regulares, o que reforça que esses valores foram obtidos ilegalmente”, escreveu o magistrado.

clica