Direito Global
blog

Choque e pesadelo

O eletricista Vinícius dos Santos da Silva, de 26 anos, em janeiro de 2014, sofreu um acidente de trabalho e quase morreu. Porém, com a atuação do Programa Acelerar na Região Sul do Estado, o jovem teve direito a aposentadoria por invalidez urbana. Além de receber mais de R$ 36 mil em atrasados.

O pesadelo de Vinícius começou quando em uma manhã chuvosa foi chamado na cerâmica onde trabalhava para ligar as máquinas e, ao fazer os procedimentos necessários, ele tomou um choque, o que o levou a ficar quase um mês na unidade de terapia intensiva (UTI).

E foi a partir daí que ele se deparou com uma vida totalmente nova. Nunca mais trabalhou e ficou por conta do tratamento de saúde, que ainda é realizado em Goiânia. “Eu só me lembro a partir de quando saí do estado de coma. Antes disso, não sabia nem o que tinha acontecido comigo. Minha mãe me disse que eu havia tomado um choque e quase morri”, revelou. Ele disse ainda que ficou três meses internado. “Foi a situação mais difícil que enfrentei na minha vida. Nasci de novo”, completou.

Ele contou que até hoje sente muitas dores. Porém, o que mais sente falta é de trabalhar.

clica