Direito Global
blog

Desrespeito no check-in

Após espera em fila para realizar o check-in, em Vitória (ES), um idoso se deparou com o fechamento do guichê preferencial, enquanto os outros seguiam funcionando normalmente. Ao apresentar suas reclamações, recebeu ironias e ofensas por parte dos atendentes da companhia aérea, que foi condenada a indenizar o passageiro em R$ 6 mil pelos danos morais causados.

Segundo o autor da ação, ao chegar no aeroporto, constatou um atendimento prioritário demasiadamente lento, enquanto na fila para clientes do plano de fidelidade, o serviço era muito rápido. O requerido alega que até a fila convencional se mostrava mais ágil, mas, ainda assim, resolveu esperar por sua vez.

Porém, no momento em que seria atendido, a funcionária teria fechado o balcão para almoço, de modo que idosos e cadeirantes teriam que esperar. Nesse momento, o requerente teria aumentado a voz e reclamado da situação, quando foi submetido a toda uma gama de ofensas e ironias por parte dos atendentes, lhe causando constrangimento e desgosto até o momento em que conseguiu realizar o check-in.

Para o Juiz da Vara Única de Itaguaçu, trata-se de um caso de desrespeito, não apenas contra o consumidor, mas também contra uma pessoa idosa que reivindicou seus direitos legais.

clica