Direito Global
blog

Boate Kiss

O prédio onde funcionava a boate Kiss, em Santa Maria (RS), será restituído à proprietária. O pedido da empresa ECCON foi acolhido pelo Juiz de Direito Ulysses Fonseca Louzada, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca.

Quanto aos bens que ainda se encontram no interior do local, o magistrado determinou que sejam recolhidos para a Delegacia a fim de que sejam tomadas as devidas providências. “A Associação de Vítimas deverá ser notificada para retirar os bens, caso ainda haja interesse, mediante assinatura de termo de compromisso. Por fim, determino o prazo de 5 dias para que a brigada militar ainda faça a segurança do local”, determinou o Juiz.

clica