Direito Global
blog

Até em Remanso

O Ministério Público estadual da Bahia, por meio do promotor de Justiça Rafael Santos Rocha, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Remanso, deflagrou a operação “Retorno do Estado”, que combate fraudes em licitações no município de Campo Alegre de Lourdes. Foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão, sequestro de valores, prisão temporária e condução coercitiva.

Foram presos o secretário de Finanças do município, Averaldo Dias da Rocha, e dois sócios da empresa “fantasma” Loventos. As buscas ocorreram na casa da prefeita, na prefeitura e nas residências de todos os investigados. A chefe de gabinete da Prefeitura, o secretário de Administração e um ex-vereador de Campo Alegre estão foragidos.

Os três estão entre os alvos da operação realizada pelo Ministério Público com o apoio das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal. Segundo o promotor de Justiça, a operação apreendeu ainda cerca de R$ 500 mil reais em dinheiro, cheques, joias e veículos. As contas bancárias, bem como os imóveis de todos os investigados e seus cônjuges, foram bloqueados pela Justiça e a investigação segue em segredo de Justiça.

clica