Direito Global
blog

OAB e igreja juntas

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe, Henri Clay Andrade, se reuniu com o Bispo Coadjutor, Dom João José Costa, para tratar das estratégias de mobilização social contra a PEC 241, para a realização de ato público popular marcado para a próxima quinta-feira, às 15h, com concentração na Praça Camerino e encerramento na Praça Getúlio Vargas, em frente à sede da OAB.

A OAB/SE avalia que a PEC é inconstitucional porque interrompe o avanço progressivo dos direitos fundamentais sociais, na medida em que faltarão recursos financeiros para investimentos em políticas públicas nas áreas essenciais e vitais para o povo brasileiro. A Igreja Católica também já manifestou rejeição à Proposta de Emenda. Para ela, não há no país uma situação caótica que exija um ajuste tão violento e brutal.

De acordo com o Bispo Coadjutor, Dom João José Costa, a Igreja não poderia ficar omissa numa proposta de emenda que vem tirar os direitos dos pobres, daqueles que são mais fragilizados, dos que já pagam um preço tão alto.

“Jesus no Evangelho de João diz: eu vim para que todos tenham vida, e vida em plenitude. Então, a gente não pode permitir que sejam elaboradas e aprovadas leis que venham tirar o direito à vida, por isso nós precisamos nos somar e cobrar dos nossos representantes, aqueles que nós escolhemos para conduzir o nosso país que realmente criem leis que promovam a vida, o respeito pela pessoa, a inclusão de todos para que assim tenhamos uma sociedade justa, fraterna e solidária”.

Ficou definido na reunião uma convocação dos deputados federais e senadores sergipanos para uma reunião no dia 21,sexta-feira, às 8h, na sede da OAB para tratar da PEC 241. Ambas as instituições estão engajadas com os movimentos sociais e demais instituições democráticas contra a PEC 241.

clica