Direito Global
blog

Linha sucessória

Depois de cinco votos favoráveis a impedir que um réu permaneça na linha sucessória presidencial, o ministro Dias Toffoli pediu vistas dizendo ser necessário analisar mais a fundo o processo para manifestar o seu voto e paralisou o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar do pedido de vistas de Toffoli, o decano da Corte, ministro Celso de Mello, pediu a palavra para dar voto favorável ao impedimento. Como o voto do decano, uma maioria já está formada, mas o resultado não pode ser proclamado.

clica