Direito Global
blog

Crime da Motosserra

O ex-coronel da Polícia Militar e ex-deputado federal pelo PFL Hildebrando Pascoal – famoso por chefiar os integrantes do chamado Crime da Motosserra – está internado na Santa Casa de Misericórdia do Acre. Hildebrando teve uma crise hipertensiva logo após saber que teria de voltar para o presídio por ter descumprido as regras do regime semiaberto. A defesa de Pascoal informou o Poder Judiciário sobre o quaro de saúde do ex-militar. Hildebrando ganhou o direito ao semiaberto em outubro do ano passado, após espera de quase um ano. Em 30 de dezembro de 2016 ele ganhou o direito à prisão domiciliar, o que, agora, é fruto de questionamentos à Justiça por parte do Ministério Público.

Hildebrando Pascoal Nogueira Neto (Rio Branco,17 de janeiro de 1952), conhecido popularmente como o Deputado da Motosserra. Hildebrando foi condenado por liderar um grupo de extermínio no Acre e integrar esquema de crime organizado para tráfico de drogas e roubo de cargas (que atuaria também no Maranhão). Já foi condenado por tráfico, tentativa de homicídio e corrupção eleitoral.

Ao mesmo tempo em que comandava a corporação e chefiava o crime organizado no Estado, praticava crimes com requintes de extrema crueldade3 . Já foi condenado a 65 anos de reclusão, pena que pode ser aumentada em razão de processos pendentes. Somadas, suas penas totalizam mais de 100 anos de prisão e ainda existem processos pendentes de julgamento.

clica