Direito Global
blog

Medo do vizinho

Os veículos que chegam a Roraima pela BR-174 estão sendo monitorados pela PMRR (Polícia Militar de Roraima). O trabalho foi reforçado no Posto Fiscal do Jundiá, município de Rorainópolis e visa coibir a entrada de foragidos das unidades prisionais do Amazonas no Estado.

Um efetivo de 16 policiais militares foi destacado para o local, de acordo com o comandante geral da PMRR, coronel Dagoberto Gonçalves. “Eles trabalham em regime de revezamento, abordando e verificado os veículos que entram no Estado, vindos do Amazonas”, explicou.

A fiscalização conta ainda com o apoio de uma viatura da Força Tática. “Assim que o governo amazonense emitiu o alerta de que os foragidos poderiam ter como destino o nosso Estado, imediatamente reforçamos a nossa fiscalização. O efetivo está de prontidão para evitar que isso aconteça”, complementou.

As rebeliões no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), e no Ipat (Instituto Penal Antônio Trindade), em Manaus, aconteceram nos dias 1º e 2 de Janeiro. No total, 72 detentos fugiram do Ipat. Do Compaj, foram 112 fugas. Até agora, 66 fugitivos foram recapturados.

clica